quarta-feira, 26 de julho de 2017


QUANDO AS ESCOLAS RETORNAM DAS FÉRIAS

Texto de Aluísio Cavalcante Jr.




Quando as escolas retornam de férias,

ocorre o encontro da alegria com a esperança.

Nesse encontro todos ensinam.

Nesse encontro todos aprendem.

Assim, o que era saudade faz-se afeto,

e o dia se tinge com as mais belas cores

que o olhar da vida pode contemplar.






____________________________________________________






A INSPIRAÇÃO DO TEXTO





Imagino que esperança e alegria,

sejam as mais importantes lições

que podem ser ensinadas e aprendidas em uma escola.

Quem traz no coração esta certeza,

entende o que a educação pode fazer por uma vida.





11 comentários:

  1. Olá Aluísio
    Dedicação ao ensino faz toda diferença. Bela postagem. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lucinalva...

      Esta é a minha missão nesta vida...

      Abraço imenso e muitos sonhos minha amiga...

      Excluir
  2. A esperança e a alegria. Que belas lições para ensinar.
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Graça...

      Sem elas, a vida de quem ensina perde o seu sentido...

      Abraço imenso e muitos sonhos minha amiga...

      Excluir
  3. Hola paso por tu blog agradecerte tu aportacion en el mio
    Besos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anna...

      Sou eu que sou grato...

      Abraço imenso e muitos sonhos minha amiga...

      Excluir
  4. Que forma linda e sentida de encarar o ensino.
    Ainda hoje falámos no emprego de como as atitudes e forma de estar de um professor podem influenciar os alunos.
    Um abraço
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco


    ResponderExcluir
  5. Realmente, o magistério é uma das mais nobres profissões. Dar o ensino é mais que dar o ouro. Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ensinar é acima de tudo inspirar...
      Abraço meu amigo...

      Excluir
  6. Aluísio que bela forma de também aqui nos ensinar, sim esperança e alegria é o que nos impulsiona para a frente, na minha época na escola não tinha nenhum professor assim, teria sido muito bom, bjos

    ResponderExcluir